Close
Redes sociais

Redes Sociais - Tendências 2017

Uma boa presença online é cada vez mais vital para ditar o sucesso de uma empresa, ideia, negócio ou produto.

A forma como as pessoas compram está a mudar e existem novos modelos de consumo que obrigam a valorizar o alcance das redes sociais, o poder do vídeo, a versatilidade do online e a capacidade de atração dos conteúdos de qualidade.

As redes sociais têm tido um enorme impacto no atual panorama do mercado digital. Em 2016,  estima-se que as social media geraram 2,3 mil milhões de utilizadores ativos e mais de 1,9 mil milhões de utilizadores em dispositivos móveis.

Cerca de 83% de todos os comerciantes já usam de uma ou outra forma as redes sociais como forma de divulgação da sua marca.

Com estes números, é então, imperativo dizer que as redes sociais são, de facto, uma das ferramentas mais indispensáveis para a comercialização de produtos e serviços hoje em dia.

  1. FOCO NO VIDEO

    O Facebook Live é cada vez mais uma aposta forte das empresas, mas não só. As marcas não devem desprezar o impacto do video junto dos seus consumidores, consumidores estes cada vez mais atentos e exigentes aos conteúdos partilhados;
    O lançamento dos anúncios verticais são também uma aposta forte do facebook.

  2. REALIDADE VIRTUAL E AUMENTADA

    As tecnologias de realidade virtual e realidade aumentada estão aí, já com algumas empresas a apresentarem os seus produtos com soluções bastante interessantes. Os social media não poderiam deixar de ser exepção e estão prontos para acolher este tipo de ferramentas, através de vídeos em 360º, por exemplo.

  3. INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – O AUGE DOS CHAT BOOTS

    Antes de mais o que é um chat bot?
    É um serviço interativo que se baseia num conjunto de regras e alguns casos em inteligência artificial, permitindo a interação automática via chat com as pessoas, respondendo a comandos específicos, e no caso de funcionar com inteligência artificial, compreende o sentido da palavra e aprende continuamente através de cada conversa.

    As redes sociais vão estar cada vez mais dotadas de inteligência artificial para satisfazer a exigência dos utilizadores que não querem esperar por uma resposta.

  4. CONTEÚDO RÁPIDO

    O Snapchat, actualmente com cerca de 200 milhões de utilizadores, foi o impulsionador deste tipo de conteúdo de curto prazo. São videos/imagens que desaparecem uma vez que esse conteúdo seja visto.
    Recentemente, o Instagram que conta com cerca de 500 milhões de  utilizadores activos diários, adoptou essa mesma funcionalidade de “Stories” onde o conteúdo desaparece após 24 horas.
    Estes dois (Snapchat e Instagram) vão ter uma dura disputa este ano, e o uso desta funcionalidade, prevê-se, seja cada vez maior.

  5. CONTEÚDO MAIS PERSONALIZADO

    Os utilizadores, têm cada vez mais puder no que toca aquilo, que querem ter acesso e ao que realmente querem ver, pelo que todo o conteúdo relevante e personalizado é imperativo. Cada vez mais é usado o sistema de publicidade segmentada do facebook e outras redes sociais para identificar e chegar ao publico que pode ter mais interesse na nossa marca.

  6. APOGEU DOS GIFS E EMOJIS

    Os GIFs e emojis já encontraram um lugar de destaque no coração dos utilizadores e este ano, as mensagens personalizadas com este tipo de conteúdos continuarão a estar presentes. Assim sendo, as marcas devem abraçar a tendência e introduzir estas linguagens também na sua comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *